• Ana Paquete

Coelho à caçador

Atualizado: 30 de jan. de 2021



Se tem algo que gosto na cozinha é de um bom desafio culinário.

Jamais imaginei um dia cozinhar coelho. E este foi mesmo um desafio.

Sempre que vou ao talho e supermercados aqui em Portugal vejo o coelho ao lado de outras carnes e pronto para ser levado e cozinhado.

Na minha infância, lembro de um dia meus pais comprarem um coelho. Ajudei a cuidar do coelhinho, dar água, comida, afeto (risos)...

Mas não estava preparada para o que viria logo a seguir.

Chegou o dia em que minha mãe ia cozinhar e coelho, e eu, claro não consegui comer.

Associei o coelho a imagem de “fofura”.

Ninguém me conseguiu convencer de experimentar a carne.

Quando vim morar em Portugal, levei um tempo para deixar de associar o coelho a "fofurices" e perceber que era também um alimento.

Meu marido sempre comentou dos benefícios da carne, do quanto ele gostava... até que um dia resolvi arriscar.

Enchi-me de coragem, vi várias receitas e fui ao talho comprar a carne de coelho.

E, por fim, gostei e muito.

Hoje compartilho a receita que mais me agradou e espero que agrade você também.

E antes de conhecer a receita não esqueça de consultar o nosso Dicionário da Cozinha para conhecer os termos culinários diferentes entre Brasil e Portugal.

COELHO À CAÇADOR

Rendimento: 4 porções

Ingredientes:

1 coelho (aproximandamente 1,3 kg)

100 gramas de chouriço de carne

70 gramas de bacon picado

400 ml de vinho tinto.

1,5 l de água (aproximadamente)

6 chalotas

3 dentes de alho

800 gramas de batatas

2 folhas de louro

1 pão tipo baguete

Pimenta caiena q.b.

sal q.b.

1 colher de chá de colorau

1 colher de banha de porco

azeite q.b.

orégão q.b.

1 chávena aproximadamente de farinha de trigo q.b.

Salsa picada q.b.

Temperos secos: paprica, tomilho, segurelha e alecrim

Modo de preparo:

1. Corte o coelho em pedaços. Com o papel toalha seque um pouco os pedaços e depois tempere com sal fino.

2. Num recipiente deite a farinha e passe os pedaços do coelho.

3. Numa panela alta, deite um fio de azeite, assim que estiver quente prepara-se para selar a carne. Coloque poucos pedaços e doure de cada lado. Assim que terminar, reserve os pedaços de carne.

Nesta técnica a farinha irá engrossar o caldo e o “queimadinho” que ficará no fundo da panela, serve para dar mais sabor.

4. Acrescente um pouco mais de azeite, deite as chalotas, o alho e refogue.

5. Acrescente o bacon e o chouriço, deixe fritar um pouco.

6. Dê seguida, adicione os pedaços de carne e banha de porco. Misture bem.

7. Tempere com salsa picada e ervas secas (tomilho, alecrim e segurelha).

8. Deite o vinho tinto, cozinhe por 2 minutos.

9. Em seguida, adicione 1l de água e deixe cozinhar por 50 minutos ou até uma hora.

10. Durante este tempo, verifique o cozimento e vá adicionando água aos poucos. Particularmente gosto de ter bastante caldo, assim adiciono mais 500 ml.

11. Entretanto, numa outra panela cozinhe as batatas com casca, tempere com sal e adicione as folhas de louro. Aproximadamente por 20 minutos.

12. Corte a baguete em fatias grossas. Faça um pequeno molho de azeite com ervas de sua preferência. E pincele as fatias dos dois lados.

13. Pré aqueça o forno a 180 graus.

14. Asse as fatias de pão por 8 minutos.

15. Assim que as batatas estiverem cozidas, corte ao meio, pincele um pouco de azeite com paprica e asse por 10 minutos, ou até ficarem douradinhas.

16. Antes de finalizar o cozimento do coelho, verifique se necessita de sal.

Sirva o coelho com batatas e fatias douradas de baguete.

Bom apetite!

76 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo