• Ana Paquete

Arroz doce à Portuguesa

Atualizado: 6 de fev.



Toda vez que faço o arroz doce, me vem a lembrança o doce feito no meio da tarde pela minha mãe. Me lembro que desde pequena gostava do doce bem quentinho, comia assim que ficava pronto! E minha mãe sempre dizia: Ele fresquinho é melhor! Espera um pouco.

E até hoje eu tenho este costume, gosto do arroz doce bem quentinho, depois que ele vá ao frigorífico volto a comer só mais uma vez.

Não que eu não goste de arroz doce, mas tenho preferência por comer bem quentinho. Por vezes, adicionava mais um pouco leite e levava ao lume novamente, mas claro que aí já se alterou o sabor.


Mas de onde vem o origem do Arroz Doce?

Pelos historiadores, desde o século VI a.C. o arroz era cozido em leite com açúcar. Porém a origem e o cultivo do arroz se destacam na Índia onde é comum encontrar arroz com açúcar em pratos típicos dos casamentos hindus. Na Ásia, já se cozinhava o arroz com leite de coco, que substituiria o leite de vaca. Já na Tailândia, o arroz leva coco, servido com fatias de manga e pouco açúcar.

A fama do arroz doce espalhou-se por toda Europa, porém é no século XVII que marca o batismo desta sobremesa

O arroz doce em Portugal tornou-se um dos produtos mais tradicionais da doçaria portuguesa. Há receitas de arroz cozido no leite sem ovos, outros com gemas e lascas de limão, com canela e ainda com amêndoa moída.

Tão versátil, saboroso e de preparo simples, é um doce importante para marcar a passagem de festas populares religiosas, como nas épocas da Quaresma e do Natal. Dizem que vem daí a expressão "arroz de festa", alcunha (apelido) dado às pessoas que nunca perdem uma festa. Expressão muito usada no Brasil, principalmente nas cidades do interior.


E o arroz doce no Brasil?

E é claro que o arroz doce no Brasil, foi levado pelos portugueses polvilhado com muita canela.

Na época do Império, no Rio de Janeiro, as pessoas ricas o apreciavam como uma sobremesa padrão nas antigas festas. Aos poucos a receita do doce espalhou-se pelo país e hoje adquiriu outras variações como o uso do leite condensado, essências aromáticas, doce de leite e outros ingredientes que também deixam a sobremesa ainda mais saborosa.

O arroz doce é sem dúvida uma receita que simboliza simplicidade e tradição. Que não falta na mesa do brasileiros, nem tão pouco nas tradicionais "Festas Juninas".


Vamos à receita?

E se houver algum termo culinário diferente, lembre-se de pesquisar no nosso "Dicionário da Cozinha".



ARROZ DOCE À PORTUGUESA

Rendimento: 8 porções.


Ingredientes:

1 chávena de arroz Carolino (250 gramas)

6 chávenas de leite, reserve um pouco mais para usar no final da receita.

2 chávenas de água

300 gramas de açúcar

2 paus de canela

3 lascas de casca de limão

1 pitada de sal

50 gramas de manteiga

4 gemas

Canela em pó para decorar


Modo de Preparo:

1. Leve ao lume uma panela com água, adicione o sal e deixe ferver.

2. Assim que ferver coloque o arroz, misture e deixe cozinhar até secar.

3. Em seguida, coloque os paus de canela, as lascas de limão, 25 gramas de manteiga e as 6 chávenas de leite. Misture e deixe cozinhar por 20 minutos, em lume médio.

4. Lembre-se sempre de mexer o arroz para que não pegue no fundo da panela.

5. Enquanto isso, separe as gemas, passe por uma peneira e coloque um pouco de leite e misture bem para evitar grumos no arroz doce.

6. Após 20 minutos, coloque o açúcar e o restante da manteiga, mexa bem e cozinhe por mais 10 minutos.

7. Neste momento, abaixe bem o lume ou desligue, adicione as gemas com o leite e mexa bem.

8. Cozinhe por mais 4 ou 6 minutos, até perceber que o doce está bem cremoso.

9. Desligue o lume, retire as cascas de limão e os paus de canela e transfira para um recipiente.

10. Polvilhe com canela para servir.


Bom apetite!


DICAS:

1. Caso você não encontre o arroz Carolino na sua cidade, você pode utilizar o arroz de sua preferência. E se perceber que o arroz doce ficou com muito caldo, você pode adicionar meia colher de sobremesa de maisena, que irá deixar o doce mais cremoso.

2. Ao transferir o doce da panela para o recipiente, sempre mexa um pouco para libertar o arroz e evitar que ele venha ficar todo ao centro e cremoso ao redor.

3. Aproveite as claras dos ovos e faça um omelete com frios.

104 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo