• Ana Paquete

Arroz de tomate com jaquinzinhos fritos



Este prato é uma delícia!

É sério! O Arroz de tomate com jaquinzinhos fritos é uma receita simples, mas muito saborosa. Um prato típico da culinária portuguesa.

Toda vez que eu como este prato me lembro dos finais de semana em Barretos, minha cidade natal, quando nos reuníamos para comer peixe frito e tomar uma cerveja bem gelada. Pois! A cidade é muito quente e uma cerveja bem gelada sabe muito bem!

Minha família adora pescar. Por vezes os peixes que fritávamos eram os que foram pescados durante a tarde.


Que lembrança boa! Toda a família reunida para saborear peixe frito.

Aliás para minha família no Brasil, tudo é motivo para se reunir e confraternizar.

Bom, mas vamos ao prato de hoje?

Os jaquinzinhos na verdade são carapaus pequeninos com tamanho inferior a 13 cm, mas muito saborosos.

Faz-me lembrar o sabor das manjubinhas, peixes pequenos que são encontrados no litoral brasileiro.

Mas por que chamamos os carapaus pequenos de jaquinzinhos?

Diz a lenda que a origem do nome está em Sesimbra, terra de pescadores.

Certo dia regressava um pescador, quando lhe perguntaram o que tinha pescado. Ele respondeu afirmando que tinha apanhado apenas uns pelinzinhos (nome dado, em Sesimbra, aos carapaus jovens) tão pequeninos como o Ti Jaquinzinho (artesão naval muito conhecido em Sesimbra, entre outras coisas, também por ser muito pequenino).

Tendo tido conhecimento da estória, a fadista Hermínia da Silva, achou-lhe graça e divulgou entre os amigos lisboetas e no seu restaurante em Benavente, no Ribatejo.

Um dia, durante uma atuação no seu Solar da Hermínia, conforme o jeito que lhe era característico, parodiou o fado de Amália Rodrigues, “Vou dar de beber à dor… com umas ginjinhas” alterando a letra para “Vou dar de comer à dor… com uns jaquinzinhos”.

Assim os Jaquinzinhos passaram a integrar a ementa do seu restaurante, os cardápios das casas de petisco, até ir sendo adotados por restaurantes de Lisboa e do resto do país.

E esta iguaria portuguesa você pode preparar para sua família e amigos.

O arroz de tomate, que é uma espécie de "arroz mais molhadinho", quase um risoto, pois fica também cremoso, porém com um pouco de caldo.

Vamos à receita?

Ah! Mas lembre-se de utilizar nosso Dicionário da Cozinha para conhecer os termos culinários diferentes entre Brasil e Portugal.

ARROZ DE TOMATE COM JAQUINZINHOS FRITOS

Rendimento: 3 pessoas

Ingredientes:

1 chávena de arroz carolino

4 chávenas de água (aproximadamente)

1 cebola roxa picada em cubos

2 alhos picados

4 tomates maduros, sem pele e sem sementes.

1 colher de chá de pimento doce

1 colher de chá de colorau

ramos de coentros

400 gramas de joaquinzinhos (já limpos)

1/2 chávena de farinha de trigo

1 chávena de farinha de milho

1 colher de sobremesa de paprica

óleo para fritar

sal q.b.

pimenta branca q.b.

Modo de preparo:

1.Numa panela deite um fio de azeite e faça um refogado com a cebola e o alho.

2. Corte os tomates em cubos e junte ao refogado e misture bem.

3. Adicione uma pitada de sal, pimenta branca e pimento doce.

4. Acrescente o arroz e misture bem.

5. Em seguida, adicione 3 chávenas de água e deixe cozinhar por cerca de 10 minutos. De vez em quando mexa o arroz.

6. Entretanto prepare os peixinhos. Tempere com sal e algumas gotas de limão.

7. Num recipiente misture a farinha de trigo, milho e uma colher de paprica.

8. Passe os peixinhos por esta mistura e reserve.

9. Passados os 10 minutos do cozimento do arroz, verifique o sal. Veja se o arroz precisa de mais água. O arroz precisa estar cozido e bem molhadinho, e com um pouco de caldo. Se estiver tudo pronto. Reserve.

10. Numa frigideira, deite óleo e frite os peixinhos até ficarem dourados.

11. Sirva o arroz de tomate acompanhado dos joaquinzinhos e uma salada de alface e tomate.

DICAS:

1.Você pode substituir o arroz carolino por agulha (ou agulhinha no Brasil).

2. Se não tiver farinha de milho não faz mal, use somente a farinha de trigo. Eu gosto de utilizar a farinha de milho e paprica para aumentar a crocância do peixe.

Fontes de pesquisa: História e Sabores.




17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo